uniaodeleiria.blogspot.com: Agenda | Merchandise | Caderneta | Contacto

 



Formação vs Negócio

Aproveitando um e-mail de uma nossa leitora manifestando o seu lamento pela recente divulgação de mais uma incursão da nossa SAD por terras de Vera Cruz em busca de mais um "Ronaldinho", lançamos este interessante tema à discussão de todos os utilizadores.
"Cito o Diário de Leiria:
«O Técnico da União de Leiria, assim como o Director Desportivo Rodolfo Vaz, viajam hoje para o Brasil para observar jogadores que possam interessar ao clube...»
Será possivel que tanta escolinha, clube de futebol e equipas de futebol juvenil que existem no nosso país e Leiria (e com todos os milhões de euros que se investem nestes futuros jogadores), só existam jogadores para a 1ª Liga brasileiros?!!!!!!!
Falta de respeito para os atletas portugueses que investem durante anos numa profissão sem saída! E falta de respeito para os contribuintes cujos descontos, no fim, acabam por ser desperdiçados: 1º em escolinhas de futebol e demais, 2º em subsídios de desemprego e rendimentos para atletas que na realidade nunca tiveram a mínima hipótese!
Os Portugueses existem e são Bons!"
Sandra Gaspar

posted by PETZL @ 3:10 da tarde,

6 Comments:

At 5:44 da tarde, Blogger Fábio Alexandre said...

A minha posição é conhecida. Somos uma escola exportadora de jogadores que proliferam por inúmeros planteis das principais ligas europeias.
Não compreendo a aposta em jogadores brasileiros quando temos tão bons jogadores nacionais, e esses sim dão prazer e orgulho ver jogar. A única explicação que encontro é a triste mentalidade que alguns portugueses continuam a fomentar. Pode ser que daqui a algum tempo as gerações mais novas assumam de uma vez por todas que "o que é nacional é bom" e que se nós não gostarmos de nos próprios nimguem gostara.
Esta aspecto aplicasse ao futebol, economia , politica e afins.

 
At 6:08 da tarde, Blogger Riba said...

Existem muitos aspectos a ter em conta.
Existe o factor "negócio obscuro"
que é o mais decisivo. Ninguem conhece estes jogadores de lado nenhum nem os seus empresários. Isto parece tudo uma grande lavagem de dinheiro.
Outro aspecto a ter em conta é talvez a maior experiência de alguns destes jogadores. Os brasileiros não têm dinheiro para contratar jogadores de fora então usam os das suas camadas jovens. Nós temos medo de pôr um jogador com 19,20,21 anos na equipa principal, eles não. Por isso a maioria deles quando vem para cá já tem inumeros jogos.
O que não entendo é o constante recurso ao Brasil. As escolas de jogadores lá são inferiores às europeias. A cultura táctica europeia é muito superior. Para comprar jogadores baratos de divisões inferiores porque não recorrer então a Espanha ou Itália? Porquê sempre o Brasil? Isto numa lógica de apenas conseguir bons jogadores.
Em relação aos jogadores portugueses é certo que os campeonatos da nossa formação são totalmente descabidos de competitividade por causa da mentalidade pequenininha que temos de adoração dos 3 tarolas. Mas se quando fora dessas equipas aparecem jogadores chamados à selecção com o Micas, Brigido, Jardel e não são aproveitados para a equipa sénior é como deitar pérolas a porcos. E estes são os mais recentes pois já tivemos mais jogadores chamados às selecções.
Já o disse e repito, se o Lito não quer lutar pela europa e não temos o risco de descida então que comece a preparar a proxima época com o que de bom temos.
Porque o que parece nestas chamadas do Brigido e do Micas aos seniores é que foi apenas mais uma jogada para a SAD doar algum dinheiro ao clube e não uma real vontade de apostar nos nossos atletas.
E não se esqueçam que atletas da casa é que criam o amor ao clube e atraem mais algumas pessoas ao estádio.

 
At 3:59 da tarde, Blogger Miguel said...

É a força do dinheiro que fala mais alto... Poucos sao os jogadores da formação do clube que passam os juniores e quando passam ( eventualmente ) nao chegam à equipa principal. Cepeda emprestado à União da Serra, Figa ao Monsanto, e nem me lembro de jogadores mais para trás...
Há que apostar nalguns destes jogadores e poupar algum dinheiro em jogadores lá de fora, porque já temos qualidade aqui...
PS: e é vergonhoso e insultuoso aos jogadores da formação que vêm o seu lugar ocupado por garotos ( nao destoando a sua eventual qualidade ) que vem do Brasil, Nigéria, Colombia que nem estes chegam a equipa principal...

 
At 8:16 da tarde, Blogger Lima said...

Li não sei onde que o Lito Vidigal teria estado na região de Pernambuco a assistir a alguns jogos. Provavelmente foi observar como se andar a portar o chuteira fone Jessui (AHAHHAHAHAHAHAHAH) agora ao serviço de mais um grande emblema do futebol brazuca...o Araripina Futebol Clube(http://www.araripinafc.com.br/site/wp-content/uploads/2010/02/atacante.jpg), equipa que subiu este ano ao primeiro escalão do estadual pernambucano. Talvez Lito Vidigal encontra-se melhores jogadores nos distritais da AF Bragança. mas enfim os empresários têm muita influência nos meandros dos negócios de jogadores, uma pena!!!!

 
At 9:57 da tarde, Blogger Riba said...

Araripina Futebol Clube??? Que colosso. Como é possivel um jogador destes ter jogado na 1ª liga portuguesa? Que anedótico o nosso campeonato. Devemos ser tão gozados por lá.
"eh cara você joga muito mau. Aqui no Araripina não tem lugar pá você. Vá jogar pá portugau que eles aceitam quauquer brasuca que saibam pontapear uma bola"

 
At 10:06 da tarde, Blogger Riba said...

Só para termos uma ideia do aproveitamento dos nossos jogadores. Mundial de S17 em 95:

http://www.zerozero.pt/edicao.php?id_edicao=2133

Vejam a nossa selecção e vejam onde jogam quase todos.
Depois vejam as da argentina e brasil. Os nosso andam pelo pinhalnovense, aliados do lordelo etc. Os melhores ainda são o Nuno Gomes e o Caneira que estão na nossa União e no Sporting. Eles Inter, Liverpool, Roma, Sevilha, Benfica.

 

Enviar um comentário

<< Home