uniaodeleiria.blogspot.com: Agenda | Merchandise | Caderneta | Contacto

 



Naval 1 X UD Leiria 0



Confrangedora a exibição da nossa União...
Diga-se, em abono da verdade, que se houvesse justiça no futebol e se as regras o permitissem, ambas as equipas mereciam sair derrotadas deste jogo, de tão pouco futebol que apresentaram no relvado. Não querendo destoar, até a equipa de arbitragem, liderada por Bruno Esteves (Setúbal), cometeu erros atrás de erros, culminando no erro monumental que foi assinalar grande penalidade na falta cometida por José António fora da área, com influência óbvia no resultado final da partida.
No Estádio Bento Pessoa não estiveram certamente mais de 250 espectadores (sendo pelo menos uns 50/60 apoiantes da equipa visitante), mas Leiria é que é continua a ser o caso paradigmático de falta de adeptos. E não se surpreendam se lerem em algum jornal que estiveram 2500 espectadores a assistir a esta partida.
A UD Leiria até entrou melhor no jogo, assumindo a iniciativa desde o início, restando à Naval aproveitar os erros do adversário para, em contra-ataque, tentar chegar à baliza defendida por Djuricic.
Nesta altura parecia que se acelerasse o jogo, com os jogadores rápidos de que dispõe, conseguiria facilmente penetrar na defensiva navalista e atingir o ambicionado golo.
Mas cedo se percebeu que a equipa, em jeito de "passeio" pela Figueira da Foz, não iria alterar o ritmo de jogo, atabalhoado e sem profundidade, lento, muito lento... Nem mesmo de bola parada a UD Leiria conseguiu criar perigo, com os livres quase sempre mal executados a esbarrarem no primeiro defesa adversário.
Quando se pedia "mão do treinador" para inverter esta tendência, Lito Vidigal surpreende (ou não!) com a entrada de Vítor Moreno para o lugar de Marco Soares e de Ouattara para o lugar de Carlão. A 4 minutos do fim da partida, fez entrar o Zahovaiko para o lugar de Pateiro.
Como as alterações em nada alteraram o rumo dos acontecimentos (eventualmente para pior...), resta destacar o lance que criou o desequilibrio no marcador (55'), em que só por má vontade do árbitro e especialmente do seu assistente, se converteu uma falta claramente fora de área numa grande penalidade.

No final da partida, em jeito de análise, o treinador leiriense assegurou "foi uma boa partida entre duas equipas tranquilas" na classificação. (??????)
"
A minha equipa teve algum ascendente, criamos algumas ocasiões mas não fomos felizes já que nada concretizámos", justificou. Acrescentando: "Somos ambiciosos, queremos sempre mais contudo perante o que nos propusemos obter creio que já superámos".

O que me leva a crer que efectivamente não percebo nada disto...

Antevê-se um penoso final de campeonato para os adeptos, visto que a equipa unionista, excepção feita eventualmente à recepção ao Sporting e ao FC Porto, não produzirá muito mais do que isto.
O lugar europeu para quem o merecer...

Etiquetas:

posted by PETZL @ 11:40 da manhã,

12 Comments:

At 12:36 da tarde, Blogger Fábio Alexandre said...

E quando é que o Sr. Lito Vidigal vai embora e leva consigo o Victor Moreno?
Como é possível vir com este discurso de quem apenas se preocupa em ficar uns lugarzitos acima da linha de água e já tem o seu salário garantido. Claramente ainda deve julgar que esta a treinar o Estrela da Amadora ou o Portimonense talvez.
Pior que isto é este senhor ser um completo lunático e no final de cada encontro comentar algo completamente diferente do que se passou em campo, "foi uma boa partida entre duas equipas tranquilas na classificação". Meu caro, se o senhor não reparou mas encontrava-se em posição para lutar por um lugar europeu e não é com a postura de "tranquilidade" que se encara uma partida contra uma equipa em que poderia-mos, e deveríamos, ter vencido.Ao menos tenha respeito pelos adeptos que compareceram no jogo e procure ganhar as partidas em que se envolve. Se acha que não possuí estofo para objectivos mais ambiciosos, pois não passa de um treinador de "manutenção" faça um favor a si e a todos e demita-se.

 
At 12:54 da tarde, Blogger Tiago said...

Sou sócio desde 1994 e tenho sempre acompanhado o Leiria, este foi provavelmente o pior jogo do Leiria que me lembro de ter visto, as substituições que o vidigal fez foram todas elas um grande LOL.
Esta época é o segundo livre indirecto que os arbitros transformam em penalty contra as nossas cores...

 
At 4:02 da tarde, Blogger Gaspar said...

Ouvi os últimos minutos do relato, com pena não consegui ver o jogo, mas daquilo que li foi mais do mesmo.
Já nos habituámos a este futebol limitado com substituições que ninguém percebe.
Existe algum problema com o Carlão? É sempre substituído! Independentemente de estarmos a perder (Guimarães e Naval foram apenas os últimos) ou independentemente do Carlão estar a jogar um pouco melhor e com mais confiança (Leixões).
Não consigo perceber este modo de lidar com os jogos e este discurso que se traduz em nada nos jogos.

E temos uma equipa com belíssimos jogadores...
Já agora algém consegue dizer ao Sr.Paulo Castro da 94FM que o nosso Leiria se chama União Desportiva de Leiria, e não União Desportiva?
Será que também chama aos outros clubes Sport Lisboa, Futebol Clube, Clube Desportivo...
Já não há paciência!

Força Leiria

 
At 4:36 da tarde, Blogger PC said...

Tenho muita pena que as coisas caminhem para este fim de epoca sem emoção e sem espetaculo. O sr Lito Vidigal devia ir treinar equipas do distrital, assim talvez o seu futebol de chuto para a frente resulte.
Força Leiria, espero que a direcção já esteja a planear a proxima epoca.

 
At 4:45 da tarde, Blogger Johnny said...

Não se pode vir a público mostrar desagrado pela falta de adeptos, agrado pela presença, e depois brindá-los com exibições paupérrimas que certamente os farão ir para casa com pouca vontade de regressar.

Se não houvesse qualidade para fazer melhor era uma coisa, mas todos sabemos que há qualidade para fazer mais e melhor.

Esperava mais desta equipa..

 
At 5:35 da tarde, Blogger Riba said...

Chamar futebol aquilo a que tive o (des)prazer de assistir ao vivo na figueira na sexta passada é gozar com a malta. E são pagos para aquilo...
E será que o sr. Vidigal não vê o mesmo que os outros?? Um jogo interessante? Só se foi para aquele sr. mais alcoolizado (que fez o favor de nos entreter um pouco) porque de resto foi uma vergonha. Será que ele não vê jogos de outros campeonatos?
Tenha-os no sitio e diga que não ficou nada agradado com o que viu em campo e que vai exigir mais dos jogadores. Ao menos diga isso porque se fica satisfeito com aquilo é porque é muito incompetente. Exija mais, chega de palhaçada! E que raio de posições são aquelas ocupadas pelos jogadores? Só sabem ocupar a posição central? Não há extremos?
Porra vamos a acordar e a justificar mais o dinheiro que ganham. São profissionais ou não?

 
At 12:10 da manhã, Blogger PETZL said...

O discurso ambicioso de treinador e jogadores da U. Leiria, que assumiram a corrida pelos lugares europeus, não tem tido reflexo em campo já que a equipa vem patenteando uma quebra de forma.

Nas últimas seis jornadas, os leirienses averbaram apenas um triunfo e um empate, perdendo, desta forma, o 5.º lugar ocupado entre as rondas 17 e 20. Além disso, a equipa tem-se tornado permeável como visitante, condição em que perdeu quatro dos últimos jogos fora.

in jornal "Record"

 
At 1:03 da manhã, Blogger Fábio Alexandre said...

Discurso ambicioso não sei muito bem a onde. Só vejo incompetência e falta de categoria. No mínimo quero ver um discurso confiante e exigente pois tudo na vida tem haver com POSTURA.

 
At 11:32 da tarde, Blogger Mário said...

Eu repito a minha ideia já transmitida neste fórum há umas semanas atrás: é hora da SAD aproveitar a oportunidade que o mercado está a dar de ter um treinador livre como o José Mota...e mais não digo...

 
At 10:18 da manhã, Blogger PETZL said...

Alto! Para já é hora de terminar esta época. E depois não esquecer que o Lito tem contrato por 2 épocas.

 
At 10:23 da manhã, Blogger mozdn said...

Sou igualmente da opinião que o Lito não tem mão para um mercedes, talvez para um opel corsa, assim daqueles GT...

Mas é certo que a durabilidade do contrato do homem pode ser um entrava a grandes mudanças...
Infelizmente tolos como o M.F. não há muitos...

 
At 11:10 da tarde, Blogger Riba said...

Eu acho que o Vidigal padece do mal de todo o treinador português que é ver sempre coisas espectaculares onde elas não existem. Jogos horriveis que no final têm comentários como "não mereciamos este resultado" "a equipa está de parabens pela entrega" bla bla bla.
Tenha é coragem para assumir quando a equipa joga mal e que é vergonhoso jogadores profissionais que treinam durante a semana e chega-se à hora e não lhes apetece correr. Mão neles faz favor!

 

Enviar um comentário

<< Home