uniaodeleiria.blogspot.com: Agenda | Merchandise | Caderneta | Contacto

 



Séniores - Balanço da Época 2006/2007


A Época 2006/2007 teve início em Julho com a já habitual surpresa de João Bartolomeu ao apresentar Domingos Paciência como treinador principal. Se quanto ao treinador existiam grandes incertezas, o plantel reunido para atacar as competições em que a equipa estava inserida parecia dar bastantes garantias, com a União de Leiria a apresentar um dos mais equilibrados e coesos plantéis das últimas épocas.
Tudo parecia mais complicado ainda, quando o calendário nos apresentou um início bem difícil, com a equipa a defrontar Porto, Braga, Sporting e Benfica nas primeiras 6 jornadas. A estas dificuldades a União de Leiria respondeu com bons resultados e amealhou alguns pontos, o que lhe permitiu depois encarar os jogos que se seguiram com alguma tranquilidade e ocupando a metade superior da tabela.
Domingos Paciência revelava-se por esta altura uma escolha acertada, pois apesar de as exibições não serem de grande qualidade a equipa conseguia manter-se próxima dos lugares da frente. No entanto, uma série de jogos menos conseguidos e os diversos problemas que iam existindo entre treinador e jogadores, como foram disso prova os constantes desabafos na comunicação social e consequentes processos disciplinares a jogadores como Harisson, Paulo César, N’Gal, Touré, Valdomiro e Alhandra criaram alguma instabilidade no grupo o que se reflectiu nos desempenhos em campo.
Domingos deixou de agradar à massa adepta unionista, que nunca percebeu o porquê das mudanças na equipa de jogo para jogo, das constante alterações no sistema táctico utilizado e do facto de um treinador que se apresentou como alguém que queria por a União a praticar um futebol atractivo, ofensivo e em busca do golo nunca o tenha conseguido fazer, com a equipa a jamais conseguir beneficiar do facto de jogar muitas vezes em superioridade numérica e como seria previsível a Administração da SAD acabaria por dispensar os serviços do treinador, na sequência de mais um processo disciplinar a envolver o treinador e Rossato. Acabara-se a Paciência!
Com a manutenção alcançada e com a meta UEFA algo distante a Administração da SAD opta por entregar a equipa a Paulo Duarte, um homem da casa e conhecedor da realidade do clube, decisão que acaba por se revelar mais do que acertada, já que o novo treinador, consegue unir o grupo e colocar os jogadores a darem o seu máximo no trabalho durante a semana e nos jogos, o que levou a União de Leiria a apresentar o seu melhor futebol de todo o campeonato, a marcar golos e a obter bons resultados, com o apuramento directo para a UEFA a ser de novo possível, mas que os empates nos dois últimos jogos não permitiram alcançar.
Na Taça de Portugal, a equipa não foi bafejada pela sorte, já que após ter eliminado o Paços de Ferreira, no reduto deste, na 1ª eliminatória em que entraram as equipas da 1ª Liga, novo capricho do sorteio fez a União de Leiria deslocar-se ao estádio da Luz para defrontar o Benfica, terminando aí a nossa participação na competição.
Em jeito de conclusão, acabou por ser uma época positiva, com o clube a alcançar os objectivos a que se propôs, tendo obtido a manutenção e a classificação para a Taça Intertoto. Conseguiu revelar dois treinadores, Domingos Paciência, uma revelação positiva, mas que foi perdendo o crédito obtido no início de campeonato e nunca foi consensual junto dos adeptos unionistas, e Paulo Duarte, uma estreia muito positiva e bastante auspiciosa, que esperamos se venha a tornar em mais um treinador bandeira do clube na próxima época.
Ao nível dos jogadores grande época realizada por Fernando, Marcos António, Renato, Faria, Paulo Gomes e Slusarski - apenas a teimosia de Domingos Paciência em não apostar nele fez com que não pudesse ter-se destacado mais, com a época a ser positiva também para Éder, Laranjeiro, Rossato, Hugo Costa, Paulo Machado, Cadú e N’Gal.
As grandes desilusões foram Valdomiro - nunca conseguiu justificar a contratação, Harisson - bastante abaixo das suas capacidades, Touré – muito pouco empenho e vontade, Ivanildo – será que é jogador de futebol?, Eliézio – não temos juniores com igual qualidade?, e Paulo César – muito longe daquilo a que nos habituou.
Esperamos agora pela época 2007/2008 com grande expectativa, confiando na ascensão e confirmação de um novo Treinador, no lançamento e consagração de alguns jogadores e esperando um ano pleno de vitórias e bom futebol…

Etiquetas:

posted by Min@ @ 10:24 da manhã,

20 Comments:

At 1:06 da tarde, Anonymous Anónimo said...

como é com o filipe????no record fala-se dele...

 
At 1:10 da tarde, Anonymous riba said...

no record fala-se do machado...

"...o ex-júnior Nuno Machado vai fazer o estágio de pré-época e pode integrar o plantel. O lateral-esquerdo, quase a completar 19 anos, chegou a ser convocado para o jogo com a Naval, da 29.ª jornada da Liga. Desde a promoção do lateral-direito Nélson, em 2002/03, que nenhum jogador formado nas camadas jovens da União chega à equipa principal."

 
At 1:17 da tarde, Anonymous riba said...

boa analise, está aqui uma bela reportagem! parabens.
tb nas desilusões o b. vale porque nunca foi um verdadeiro concorrente ao fernando. o alhandra depois de entrar o Paulo Duarte tambem fez uns jogos agradaveis. kata teve poucas oportunidades, e o alemão ficaremos para ver.

 
At 1:47 da tarde, Anonymous PETZL said...

Verdade seja dita, o B. Vale também não teve grandes oportunidades para se mostrar. Mas como emprestado, foi muito bem deixado no banco. Até porque o Fernando não deu quaisquer chances, fazendo no meu entender uma época até melhor do que a do Helton no Porto.

 
At 4:59 da tarde, Blogger Carlos said...

Desta época, gostei de um modo geral da equipa, sem sobressaltos e quase que iamos directos á UEFA. Destaque para Fernando, grande GR, Renato e Marcos António e Sougou, foram os mais regulares durante toda a época.

 
At 7:02 da tarde, Anonymous PETZL said...

Cumpre informar que este é o primeiro de vários posts, em que se fará o balanço de cada modalidade e escalão. Mais posts brevemente...

 
At 7:48 da tarde, Anonymous pitch said...

Está tudo dito :P

 
At 11:35 da tarde, Anonymous riba said...

está confirmado tiago como reforço nas proximas 2 épocas

 
At 11:36 da tarde, Anonymous Anónimo said...

confirmem me só uma coisa...frente leiria nos marrazes este sabado no jogo leiria vs marrazes em juvenis ?

 
At 11:39 da tarde, Anonymous Johnny said...

Os anónimos aqui não têm direito a fazer perguntas!

 
At 12:01 da manhã, Anonymous s-type said...

mto bom artigo.....axo k so faltou falar do Sougou.....k foi outro dos jogadores em destaque na equipa apesar da lesão!

 
At 12:22 da manhã, Blogger mozdn said...

Excelente análise Min, efectivamente, e ao contrário dos grandes comentadores de futebol deste pais, considero que o Domingos acabou por sair com o ego levantado, quando na realidade, nos seus ultimos tempos no balneário, nem o conseguia com 20 comprimidos de viagra...
Paulo Duarte foi sem duvida uma excelente surpresa, arriscou-se muito (rótulos de genro do presidente não faltaram), mas não haja duvidas que calou criticos, colocando a equipa a jogar com garra bom futebol (do melhor que temos visto nos ultimos anos), e apelando ao sentimento unionista.
Quanto à análise do desempenho da equipa, na minha opinião:
FERNANDO - o maior destaque do plantel, tal foi a quantidade de pontos que nos concedeu
BRUNO VALE - Só calçou as luvas duas vezes, e não mais teve hipóteses
ALEMÃO - Pelo que vi nos jogos-treino será sempre um bom suplente
EDER - Capaz do melhor e pior nos 90 minutos,uma nódoa a defender
LARANJEIRO - Perdeu a titularidade com Paulo Duarte, mas fez a sua melhor época
RENATO - Os anos já pesam, mas mais uma excelente época do nosso capitão
M.ANTÓNIO - Um dos melhores centrais que por cá passaram nos ultimos anos
VALDOMIRO- Como já se referiu uma perfeita desilusão
HUGO COSTA - Que grande supresa
ELIÉZIO - Não convenceu
TIXIER - Uma das melhoras unidades no melhor periodo de Domingos
ROSSATO- Alguns bons pormenores, mas não cumpriu com as expectativas
ALHANDRA- época irregular deste excelente jogador(nunca foi aposta, e mal, de Paciência)
FARIA - de dispensado a uma das revelações
PAULO GOMES- A voz de comando do costume
MARCO SOARES - Alguns bons pormenores quando lhe deram minutos
KATA - Parece-me que no ultimo jogo provou que merecia mais oportunidades
NUNO COELHO - Nunca calçou as botas
CADU - Apesar de um ou outro bom pormenor, nunca convenceu, e então para o que aufere :p
HARISON - faltou confirmou bons apontamentos da época transacta
PAULO MACHADO - Ainda assim dos emprestados foi o mais esforçado, e o que esteve em melhor plano
IVANILDO - Realmente se esta é uma esperança do futebol luso...
TOURÉ - outro que depois das boas exibições da ultima temporada se afundou
PAULO CÉSAR mais do mesmo...
SLUSARSKI - um atleta capaz de criar paixões na bancada, pena que o seu passe seja tão caro...
N´GAL - Muito rápido, mas como alguêm dizia, assim como o Sougou, pode vir a fazer-se um jogador
SOUGOU - carregou a equipa às costas, pena que com a lesão tenhamos ficado privados de uma das nossas referências....

 
At 12:58 da manhã, Blogger Min@ said...

De facto esqueci-me do Sougou que foi o jogador em maior destaque durante a primeira volta, levando a equipa às costas. Vendo as coisas a esta distância podemos até referir que foi ele que salvou o Domingos de uma chicotada psicológica bem mais cedo...
O ter-me esquecido dele e até do Tixier também prova como a equipa jogou bem melhor com o Paulo Duarte, pois nem demos pela sua falta neste final de campeonato, no entanto não deixam de ser dois jogadores que também realizaram uma excelente época enquanto estiveram disponíveis.

 
At 8:45 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Tiago volta ao Leiria in ABola!!

 
At 9:28 da manhã, Blogger mozdn said...

Rafael Fava guarda-redes assinou por 1 ano com outro de opção
Eder confirmado, assinou por um ano, Tiago por dois anos, faltando Lio para formar a quadra de jogadores contratados até ao momento...

 
At 9:30 da manhã, Blogger mozdn said...

Min@ É bom saber que mesmo em novas e importantes funções, continuas a ter tempo para o teu clube...

 
At 11:28 da manhã, Anonymous pitch said...

De facto a época pode ser repartida em duas fases bastante distintas, uma com Sougou e outra sem Sougou mas com Paulo Duarte, e de facto o treinador foi o pêndulo que conseguiu equilibrar as coisas. Espero que muitos brasileiros do nosso plantel rumem para outro lado, casos de Harrison, Paulo César e Cadu. Está mais do que provado que o produto nacional é bom, temos é que saber escolher, e temos que lapidar os que têm maior potencial. Obviamente que o Brasil nao é solução...

 
At 12:37 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Confesso-me mais apreciador das características de Paulo Duarte do que das de Domingos. Mas parecem-me exageradas as palavras deste artigo que referem que com PD a União realizou boas exibições, marcou golos e alcançou excelentes resultados. Se assim foi, em que jogos isso aconteceu? Concordo que a época foi muito positiva. Não concordo que a tenha sido para Cadú (jogou os últimos jogos e a época teve mais de 30). Sougou a revelação, Ivanildo a decepção, Fernando a afirmação. Pelos vistos a próxima época está a ser bem preparada e vamos ter um plantel consistente. Boa sorte União, Torceremos por ti!

 
At 3:30 da tarde, Anonymous pitch said...

No meu entender, o Paulo Duarte é de facto melhor do que o Domingos porque nao joga "a medo", e tem espírito combativo. Concordo no aspecto do "exagero", embora acredite que os grandes resultados nao apareceram devido ao défice ofensivo do nosso Leiria. De facto, acho que a equipa do Leiria foi um pouco disforme, dado um elevado número de opções para a rectaguarda, o mesmo nao acontecendo com a linha ofensiva. Julgo que é um ponto a rever para a época que se avizinha...

 
At 4:18 da tarde, Anonymous riba said...

para mim uma coisa chega para diferenciar os 2 treinadors: frontalidade!
domingos nunca omostrou nem nobalneário e nem no fimdos jogos nas conferências. "estava a olhar para o chão..." vai ser assim que vai ser recordado

 

Enviar um comentário

<< Home