uniaodeleiria.blogspot.com: Agenda | Merchandise | Caderneta | Contacto

 



UNIÃO de LEIRIA na rota das Selecções...

Sairam entretanto as convocatórias para as selecções nacional de sub-16 e distrital de sub-14, das quais fazem parte 6 atletas unionistas na segunda, e um na primeira.

Nos Sub-16 lusos, Daniel Cardoso repete a chamada para mais um estágio do conjunto orientado por Emilio Peixe, sessão a ter lugar no Estádio Nacional dias 3 e 4 de Fevereiro. Daniel é inclusivamente o único atleta masculino a actuar no distrito, integrado nas várias selecções nacionais.

Igor Rodrigues, Gonçalo Verdasca, Francisco Dias, Alexandre Cruz, David Nascimento e Tiago Ascenso atletas que fazem parte dos nossos plantéis A e B de Iniciados, foram novamente chamados para um estágio de observação da Selecção Distrital Sub-14 a decorrer no Campo da Boavista no próximo Domingo dia 1 pelas 15h.

Força Rapazes!!

Etiquetas:

posted by mozdn @ 11:19 da manhã,

5 Comments:

At 10:04 da tarde, Blogger Mário said...

Teremos neste miúdo o sucessor do João Paulo?

Daniel, desculpa o termo "miúdo": é apenas uma forma de tratar aqueles que nos são mais próximos!

Força

 
At 2:48 da manhã, Blogger s-type said...

assim se vê a dimensão que a UDL tem a nivel regional e até mesmo nacional!

FORÇA RAPAZES!

 
At 4:55 da tarde, Blogger Riba said...

Um jogador que chega às selecções nacionais a jogar fora dos 3 tarolas tem de ser valorizado. Espero que num futuro proximo lhe dêm o devido valor e aquela oportunidade...
Parabens a todos os selecionados e mostrem o vosso valor!

 
At 9:50 da manhã, Blogger O Jornalista said...

Retirado do Portal da FPF

Processo gradual

Terça-Feira , 03 Fevereiro 2009

Tendo como principal objectivo preparar a participação da equipa no Torneio Internacional de Santarém (de 16 a 24 de Fevereiro), a Selecção Nacional Sub-16 concentrou-se esta terça-feira para mais um estágio.

Fazer um balanço da prestação dos atletas, preparar a participação na próxima competição e dar continuidade ao processo formativo do grupo são os principais objectivos traçados por Emílio Peixe para mais um estágio. "Há uma grande abrangência de objectivos para este estágio. Tentaremos perspectivar a forma actual dos jogadores, antecipar o Torneio de Santarém, mas acima de tudo consolidar os processos e incutir os comportamentos adequados ao grupo. Não nos podemos esquecer que é um processo gradual de aprendizagem e certos comportamentos, nomeadamente sociais, são uma constante nesse processo."

Embora contando com 25 atletas nesta concentração, para o Torneio de Santarém, o Treinador Nacional terá de limitar o grupo a 18, numa escolha que se adivinha difícil. "Sei que terei algumas dores de cabeça para escolher esses 18 jogadores, mas é uma dificuldade agradável. Nos últimos estágios, as indicações que me têm dado são muito positivas e é com base nessa avaliação positiva que a minha escolha se torna difícil", explicou.

Nestas primeiras sessões, a principal preocupação de Emílio Peixe será apurar a técnica defensiva, sem descurar a estratégia fundamental para defrontar os adversários da próxima competição. "Queremos estar aptos para participar no Torneio e saber que tudo faremos para o ganhar".

O próximo apronto dos Sub-16 lusos está agendado para a manhã da próxima quarta-feira (4 de Fevereiro), pelas 10h00.

 
At 9:14 da manhã, Blogger O Jornalista said...

Retirado do Portal da FPF


Sub-16 e Sub-17: Jogo-treino encerra estágio

Quarta-Feira , 04 Fevereiro 2009

Os pupilos de Edgar Borges e Emílio Peixe juntaram-se na tarde desta quarta-feira para realizarem uma sessão conjunta que encerrou o estágio das duas Selecções Nacionais.

Tal como tem vindo a acontecer nas últimas concentrações, para os dois Treinadores Nacionais o resultado é o aspecto menos importante deste jogo-treino que visou fazer um balanço de mais uma concentração.

Jogo proveitoso
No final do encontro entre os dois grupos, Edgar Borges mostrou-se bastante satisfeito com a prestação dos atletas. "Foi uma partida muito equilibrada e bem disputada. Assistimos a um jogo organizado e muito competitivo, de parte a parte. Os atletas apresentaram-se de forma dinâmica, com boas circulações de bola."

Para o Treinador Nacional estes jogos-treino são uma forma eficaz de avaliar os atletas e de organizar a equipa. "São jogos familiares, como costumo dizer, mas são extremamente eficazes para avaliarmos a equipa. Desta vez, a avaliação foi muito positiva, nota-se que os jogadores dão provas de bom futebol e que têm potencial para evoluir", afirmou.

Da parte da manhã, a organização ofensiva colectiva, nomeadamente a circulação de bola e as técnicas de aproximação à baliza, dominaram a sessão de treino.

Grupo unido
Numa avaliação dos dois dias de estágio, Emílio Peixe elogia a atitude e o espírito de grupo demonstrados pela equipa, "que acolheu da melhor forma os mais novos". "A resposta foi claramente positiva e estamos perante um grupo muito forte e unido que integrou facilmente os novos elementos. Agradou-me verificar uma melhoria e uma maior solidificação do que pretendemos neste grupo", disse.

Na sessão matutina curta, os Sub-16 lusos dedicaram-se às combinações ofensivas e esquemas tácticos, prevendo o jogo da tarde. "Foi uma sessão de intensidade reduzida, porque queríamos estar preparados para este jogo conjunto".

"Como sempre, o resultado pouco ou nada nos interessou. Importante foi aferir da capacidade dos jogadores, encontrar as soluções ideais para cada situação e o resultado foi muito satisfatório", concluiu Emílio Peixe

 

Enviar um comentário

<< Home