uniaodeleiria.blogspot.com: Agenda | Merchandise | Caderneta | Contacto

 



Brasileiros à experiência - Douglas Caé

Estamos a chegar ao fim de Dezembro e o mercado agita-se com as equipas à procura de reforços de Inverno. A União de Leiria não escapa e já se encontra à experiência um trio de brasileiros. Entre eles o avançado Douglas Caé. Deixo-vos a apresentação deste futebolista à Vossa consideração.
Douglas de Almeida Caé da Conceição - Avançado nascido em Juiz De Fora (Minas Gerais) 24/10/1987 (21 anos). Segundo o curriculo mostrado num video Douglas alinhou nas camadas jovens da Portuguesa do Rio de Janeiro e ntambém na Portuguesa de São Paulo, tendo jogado já como senior no Tupi. Por outro lado numa página da net e num dos videos mostra jogadas no Tupynambas Futebol Clube, clube da sua terra natal, e que é o grande rival do Tupi, antes de representar o América Mineiro (campeão do módulo II da 1ª Div. do campeonato mineiro e disputou a série C do Brasileirão).
Abaixo ficam três videos de apresentação do jogador. Aguardo o vosso veredicto sobre este futebolista!




Etiquetas:

posted by Lima @ 4:15 da manhã,

7 Comments:

At 1:40 da tarde, Blogger PETZL said...

Nos videos são sempre bons jogadores.

Será que ainda estamos a tempo de experiências, não seria de ir buscar valores garantidos?

 
At 2:56 da tarde, Blogger Ragazzi^ said...

Em Portugal não existe jogadores?

bah

 
At 3:58 da tarde, Blogger Riba said...

Mas este nem nos videos...
O nosso amigo Prates é que nos pode ilucidar um pouco sobre este jogador já que joga num "rival" do galo. Ou estou errado?
A mim parece-me mais do mesmo. Não é nada contra os brasileiros mas se vêm à experiência é porque já partimos do principio que não são grande coisa. Se fossem craques venham eles mas não são. São jogadores fracos e disso também temos cá.
Que é feito dos tugas que conhecem o nosso futebol? Que é feito dos jogadores das escolas do clube? Será que não aprendemos nada nos últimos 10 anos???
É preciso ser mesmo burro para continuar a cair no mesmo erro!!
Vejam as outras equipas da vitalis, quantos tugas têm, quantos jogadores da formação têm...

Saudades do velho futebol para homens de bigode e cabeleira farta nascidos e criados na terra.

 
At 12:51 da manhã, Blogger Mário said...

Tozé Marreco, ponta de lança português, jogador do Alavés (onde tem jogado pouco, logo mais fácil de contratar...), jovem (21 anos), ambicioso e bom jogador...Tem o aliciante de já ter sido jogador da Académica e, portanto, seria mais uma "bicada" nos rivais!
Muito bom jogador mesmo!!! Dêem uma vista de olhos em: http://www.youtube.com/watch?v=CiZ_Jt0Q894&eurl=http://www.zerozero.pt/video.php?id=6571&feature=player_embedded

 
At 3:14 da tarde, Blogger Riba said...

Falando em reforços e tendo jogado à pouco com o olhanense atentem neste excerto do jornal ojogo.

"(...)Isidoro Sousa, um presidente à imagem do clube, arrojado, atencioso, disponível. E consciente. Pode e deve copiar-se a estratégia, pois este Olhanense, que está há mais de três décadas afastado da primeira divisão, é mesmo um (bom) exemplo de gestão. Financeira e desportiva. A primeira está explicada, sustentada num rigoroso orçamento de 600 mil euros, mas depende da segunda. E esta faz-se com relativa simplicidade: forma-se um núcleo duro, com jogadores experientes, que tem passado de ano para ano, juntando-se-lhe um grupo de gente jovem, normalmente por empréstimo dos grandes, normalmente portugueses. Estrangeiros só se forem mesmo bons, se fizerem a diferença. Garante-se a mística, a identificação, o saber com quem se está a lidar, e aproveitam-se futuros craques(...)"

Vamos ver as diferenças...

"um presidente à imagem do clube, arrojado, atencioso, disponível. E consciente".
-> Nós não.

"rigoroso orçamento de 600 mil euros"
-> O nosso, segunda consta no jornal record, é acima dos 4 milhões!!

"forma-se um núcleo duro, com jogadores experientes, que tem passado de ano para ano"
-> Cá é aos 15 a trocar de ano para ano.

"juntando-se-lhe um grupo de gente jovem, normalmente por empréstimo dos grandes, normalmente portugueses."
-> Discordo desde já na parte dos empréstimos. Isto não é uma escola para errarem, aprenderem e depois dar frutos e lucros lá. Mas concordo em inteiro que se deve juntargente jovem, normalmente portugueses, e de preferência das escolas de formação!

"Estrangeiros só se forem mesmo bons, se fizerem a diferença."
-> HA HA HA, nós cá é precisamente o contrário. Vêm à experiência, são uns trambolhos de 1ª e ficam. Ah. e não fazem a diferença. Jessui....

"Garante-se a mística, a identificação, o saber com quem se está a lidar, e aproveitam-se futuros craques"
-> Mais uma vez estamos totalmente ao contrário. Já houve tempos em que um pouco disto acontecia mas agora nem lá perto.

Enfim, cada um que tire as suas conclusões.

 
At 4:02 da tarde, Blogger mozdn said...

Bom... mais um jessui...

 
At 1:44 da tarde, Blogger Tiago said...

Esse Caé, pelo que (não) mostrou hoje, bem que pode voltar p'ro Brasil

o marroquino que está a ser testado a lateral direito é que me pareceu jeitosito..., a ver vamos.

 

Enviar um comentário

<< Home